Artigos
Para visualizar os artigos é necessário ter um leitor de PDF.

Caso não possua um, clique aqui para fazer o download.

Ano Mês Título
2017 OUT A EVASÃO NO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO – NOVOS DADOS
2012 DEZ PANORAMA DA EVASÃO NO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO: ASPECTOS GERAIS DAS CAUSAS E SOLUÇÕES
2012 DEZ QUAL A SEMELHANÇA ENTRE O CORINTHIANS E AS ORGANIZAÇÕES NO BRASIL?
2012 OUT A ESCOLA HOJE E OS ALUNOS QUE NÃO APRENDEM
2012 SET O ENSINO MÉDIO E AS REPERCUSSÕES NO ENSINO SUPERIOR
2012 MAI LIÇÕES DO MELHOR PROFESSOR QUE CONHECI
2012 MAI A AUTONOMIA, A SUSTENTABILIDADE E A COMPETITIVIDADE DAS UNIVERSIDADES LIDERES
2012 ABR COMO A MUDANÇA NA METODOLOGIA DO INEP ALTERA O CÁLCULO DA EVASÃO
2012 FEV PRECISAMOS DE ENGENHEIROS INOVADORES
2012 FEV PARA QUE DEVEM SER FORMADOS OS NOVOS ENGENHEIROS?
2012 JAN ESCLARECIMENTOS METODOLÓGICOS SOBRE OS CÁLCULOS DE EVASÃO
2012 JAN OS FOGUETES AINDA SÃO NEWTONIANOS
2011 JUN A ENGENHARIA AINDA PRECISA DE OXIGÊNIO
2011 MAI VIDA FÁCIL ESSA DE CONSULTOR HEIN
2011 ABR MAIS ENGENHEIROS PARA O BRASIL
2011 MAR A INTELIGÊNCIA DA NAÇÃO, A EDUCAÇÃO E A MIELINA
2011 MAR INOVAR NA EDUCAÇÃO
2011 MAR PIOR DO QUE ESTÁ NÃO PODE FICAR
2011 MAR A POLÍTICA EXTERIOR BRASILEIRA ME ASSUSTA?
2011 MAR A IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DO INGRESSANTE E DAS HORAS DE ESTUDO NOS RESULTADOS DO ENADE
2011 MAR AS REDES INTERNACIONAIS E O FUTURO DO ENSINO SUPERIOR
2011 MAR POR QUE SOU CONTRA AS COTAS NAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS?
2011 MAR FACTORS INFLUENCING THE PERFORMANCE OF GRADUATE STUDENTS IN NATIONAL EXAMINATIONS IN BRAZIL
2010 JAN ONDE ESTÃO OS ENGENHEIROS BRASILEIROS?
2009 NOV UMA UNIVERSIDADE NÃO É UM PAÍS
2009 SET QUESTÕES SOBRE A USP
2009 SET PROPOSTA PARA INCENTIVO À FORMAÇÃO DE ENGENHEIROS NO BRASIL
2009 JUN PERSPECTIVAS DA EAD
2009 MAI FINANCIAMENTO E EXPANSÃO DO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO
2009 ABR O QUE FAZER COM O TIME QUE ESTÁ PERDENDO?
2009 JAN MENSALIDADE NÃO É IMPOSTO
2008 DEZ SEMINÁRIO AVALIAR PARA COMEÇAR - NOVEMBRO 2006
2008 DEZ UNINDO INSUMOS E RESULTADOS: UM NOVO RANKING DAS UNIVERSIDADES
2008 NOV DESAFIOS PARA AS UNIVERSIDADES PRIVADAS
2008 SET O PRÉ-SAL E A EXPANSÃO DO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO
2008 JAN PRODUÇÃO CIENTÍFICA DAS IES BRASILEIRAS
2007 DEZ A EVASÃO NO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO
2007 AGO AN EXACTLY SOLUBLE MODEL RELATING UNDERGRADUATE PERFORMANCE INDICATORS
2007 AGO O DESEMPENHO SUPERIOR DAS FACULDADES ISOLADAS DE MEDICINA NO ENADE
2007 JUL INSTITUIÇÕES COMUNITÁRIAS EM RISCO
2007 MAI O PAPEL DO CAMPUS UNIVERSITÁRIO
2007 MAI A BATALHA DA AUTONOMIA
2006 JUN A NOVA COMPETIÇÃO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR
2006 MAR À ESPERA DE UM MILAGRE
2006 MAR DEMISSÃO DE PROFESSORES: COMO EVITAR O CARTÃO VERMELHO
2005 MAR UNIVERSIDADE JÁ GASTA MAIS DO QUE O MEC QUER DAR
2004 SET UNIVERSIDADES DE PESQUISA NO BRASIL
2004 JUN A UNIVERSIDADE PÚBLICA DEVE ABRIGAR FUNDAÇÕES DE DIREITO PRIVADO?
2004 ABR NÚMEROS QUE CONFUNDEM
2004 ABR O ANTI ANTITRUSTE NA EDUCAÇÃO
2004 JAN A ESCOLA E O PROFISSIONAL DO FUTURO
2003 SET AS POLÍTICAS DE GESTÃO DO CORPO DOCENTE DAS IES PRIVADAS BRASILEIRAS
2003 SET O EXEMPLO QUE VEM DO SUL
2003 JUL O LADO POSITIVO DO PROVÃO
2003 MAI A REDESCOBERTA DE CRISTOVAM
2003 MAI POR UMA VISÃO CIENTÍFICA DA GESTÃO UNIVERSITÁRIA
2003 ABR É A QUALIDADE DA EQUIPE DE LIDERANÇA QUE FAZ A DIFERENÇA
2003 FEV AQUISIÇÕES E FUSÕES ATINGEM TODOS OS SETORES
2002 DEZ O RISCO DO RETROCESSO
2002 SET A EDUCAÇÃO, A CONSULTORIA E O FUTEBOL
2002 AGO UMA AGENDA PARA O ENSINO SUPERIOR DO BRASIL
2002 MAR EFICIÊNCIA NA EDUCAÇÃO? QUE PECADO!
2002 JAN A ORGANIZAÇÃO DO ENSINO DE DISCIPLINA / CRÉDITO
2002 JAN ANALFABETOS NA UNIVERSIDADE?
2002 JAN EDUCANDO PARA A PESQUISA CIENTÍFICA
2001 NOV A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: DEFINIÇÃO, PROPÓSITOS, ESTRATÉGIAS E FERRAMENTAS
2001 OUT A GESTÃO DO ENSINO NO BRASIL
2001 MAI RESULTADOS DOS DEZ ANOS DE AUTONOMIA DA USP
2001 ABR O PAPEL DA REVISTA CIENTÍFICA INSTITUCIONAL
2001 FEV OS RANKINGS E O ENSINO SUPERIOR PARTICULAR
2001 JAN O PROVÃO PASSA NO VESTIBULAR
2001 JAN PROFESSOR COMO PROFISSÃO: UM NOVO TIPO DE MESTRADO
2000 DEZ VARIÁVEIS FUNDAMENTAIS NA DISCUSSÃO E NO PLANEJAMENTO DO PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DOS INSTITUTOS SUPERIORES DE EDUCAÇÃO
2000 NOV A PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU
2000 JUN A DIFÍCIL RELAÇÃO ENTRE AS EXIGÊNCIAS LEGAIS E DE QUALIDADE E OS PADRÕES DE FINANCIAMENTO DO ENSINO SUPERIOR PARTICULAR
2000 JUN CUIDADOS NECESSÁRIOS PARA A IMPLANTAÇÃO DA PESQUISA INSTITUCIONALIZADA NAS UNIVERSIDADES PARTICULARES
2000 JUN O FINANCIAMENTO DO ENSINO SUPERIOR PRIVADO
2000 FEV AUTOAVALIAÇÃO DAS UNIVERSIDADES
2000 FEV DIRETRIZES CURRICULARES E O FILÓSOFO
2000 FEV ESTRUTURA DEPARTAMENTAL NAS UNIVERSIDADES PARTICULARES
2000 FEV GESTÃO UNIVERSITÁRIA E SEUS DESAFIOS
2000 FEV HEAD HUNTER ACADÊMICO
2000 FEV PARADIGMA DA DAMA DE ESPADAS VERMELHA
2000 FEV PESQUISA NA UNIVERSIDADE PARTICULAR
2000 FEV PROVÃO GANHA SENTIDO
2000 FEV RELAÇÃO UNIVERSIDADE-EMPRESA NO BRASIL
2000 FEV UNIVERSIDADE GRATUITA OU DEMOCRÁTICA?
2000 FEV VOCAÇÃO PARA A FELICIDADE
Instituto Lobo para o Desenvolvimento da Educação, da Ciência e da Tecnologia
Rua José Urbano Sanches, 420 - Vila Oliveira - Mogi das Cruzes, SP (08780-220)
Tel/Fax (11) 4796-2811
Lobo & Associados Uma referência nacional de Consultoria em Educação